UMA SOCIEDADE PERDIDA “NOS VAZIOS”

De forma recorrente e preocupante temos observados índices que nos alarmam “não só” com as violências que tanto ouvimos falar ( e por vezes somos vítimas) como roubos nas ruas, em casas, de carro, …mas existem “outras violências” igualmente tão graves que não são tão propagadas e que nos levam a ter a confirmação lamentável de que nossa sociedade contemporânea se encontra extremamente adoecida e, o pior, por vezes “se negando” a aceitar tal fato – o que acaba por postergar ações e procedimentos que vão agravando o estado feral das coisas e causando em todo o corpo social uma sensação crescente e absurda de impotência e de descrença – patamar altamente preocupante, posto que nesta situação, fica muito mais difícil levar ao conjunto social a uma rea&a mp;c cedil;ão positiva que permita começarmos a reverter de forma progressiva porém segura e eficaz este quadro desolador…

Violências outras me refiro como a quantidade de jovens que tem se suicidado , pelos mais diversos motivos,. mas que podemos ter a priori algumas considerações sérias: estarem numa sociedade sem princípio de ordem justa e ética; não perceberem espaço profissional para poderem construir suas vidas e sonhos; famílias profundamente atingidas e desagregadas que levam a um sentimento de “orfandadade” de grande parte deles ( não importando o nível de classe social na qual o jovem se encontra)…

A Depressão e o falecimento por infartes, por exemplo, são assustadores – ouvíamos em pretéritos tempos pessoas com mais idade e dentro de contexto efetivamente complexo que assim sofriam…hoje já não existe mais idade específica o que bem demonstra que os jovens estão “perigosamente” desesperançados…

Precisamos começar a sermos Arautos de notícias positivas ( pois, por incrível que pareça para muitos, existem muitas coisas boas e positivas ocorrendo) e assim tentarmos dentro do possível revertermos este quadro dramático de tanta negatividade que vai levando as situações de uma a outra a uma quadro cada vez mais desolador e que vai dificultando a recuperação da crença num futuro pessoal e comum melhor…

Estamos vivenciando uma Era de nossa história humana aonde a sociedade se encontra perdida em “Vazios” – a falta de identificação com causas; a falta de pertencimento a grupos e famílias; a falta de preparação para enfrentar os contextos tão adversos de se viver (e sobreviver) nesta atualidade gera no interior das pessoas um grande vaziio que se torna perigoso quando chega a um ponto no qual as pessoas passam a desacreditar em tudo 9 ou quase tudo) e começam a considerar “opções” que nos assustam profundamente mas que os índices infelizmente mostram serem cada vez\ mais reais…

Cabe a um esforço coletivo de todos nós estarmos atentos e voluntários para colaborarmos em nossas vidas pessoais e profissionais a favor de um Coletivo social que se apresente mais fortalecido, mais justo e com oportunidade para todos!

Professor Doutor Raymundo Nery Stelling Júnior ( Chanceler do IFEC – Instituto Interamericano de Fomento à Educação, Cultura e Ciência (www.ifec.org.br).

Seja o primeiro a comentar sobre "UMA SOCIEDADE PERDIDA “NOS VAZIOS”"

Deixe um comentário

Your email address will not be published.


*